Alergias alimentares precisam de melhores diagnósticos, cuidados e prevenção

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Rate this post

Na atualidade virou moda se retirar da dieta coisas como lactose, glúten, e outros nutrientes, mesmo quando não há intolerância ou alergia. Acredito que este artigo publicado na revista Pediatrics de agosto de 2017 possa ajudar às pessoas refletirem melhor sobre o assunto.

Com base nas descobertas de um comitê ad hoc, nos EUA, das Academias Nacionais de Ciências, Engenharia e Medicina (NASEM), o artigo especial exige esforços para distinguir melhor as alergias alimentares de outras condições e impulsionar abordagens baseadas em evidências para ajudar as crianças que possam experimentar reações imunológicas que ameaçam a vida quando comem.

Os autores de ” Questões críticas em Alergia Alimentar: Um Consenso das Academias Nacionais”, descreve como os prestadores de serviços públicos e de saúde frequentemente interpretam mal sintomas de alergias alimentares ou deixam de diferenciá-los de outras condições, como a intolerância à lactose, sensibilidade ao glúten ou uma doença viral – principalmente porque atualmente não existem testes de alergia alimentar simples e precisos. Isso leva a um excesso de diagnóstico de alergias alimentares, bem como diagnósticos perdidos que podem colocar a vida das crianças em risco.

Fazendo eco das recentes recomendações da Academia Americana de Pediatria, o relatório também disse que a evidência não apoia evitar certos ALIMENTOS como o amendoim durante a gravidez, amamentação ou durante toda a infância para prevenir o desenvolvimento de alergias alimentares.

Autores do relatório da NASEM e do artigo de Pediatria enfatizam a necessidade de melhores dados sobre a prevalência de alergia alimentar; estratégias comprovadas de diagnóstico e prevenção, educação, treinamento, políticas e práticas para melhor reconhecer, gerenciar e prevenir reações alérgicas; e aumentar a prioridade de pesquisa das alergias alimentares como uma preocupação de saúde pública.

Converse com seu pediatra ou procure um profissional de nutrição se quiser fazer uma dieta de restrição para seu filho ou mesmo para você.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics July 2017

Critical Issues in Food Allergy: A National Academies Consensus Report

Scott H. Sicherer, Katrina Allen, Gideon Lack, Steve L. Taylor, Sharon M. Donovan, Maria Oria

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Mais informações

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =